SAIBA MAIS...

>>> Solução para o problema :

Em 2002, a QUALICITRUS desenvolveu um tubete de 25 cm de comprimento, isto é, duas vezes maior que o convencional., o “tubetão”. Este modelo imita a natureza de um porta-enxerto, que seria o plantio em solo. No entanto, plantar diretamente em solo é inviável economicamente e proibido por lei. Já que o Tubetão é maior do que os convencionais, a semente ganha espaço para desenvolver-se verticalmente, evitando as barreiras que são encontradas pelas mudas cultivadas em tubetes de apenas 12 cms. O resultado é uma muda menos estressada, que absorverá mais água e nutrientes no campo, resultando em plantas sadias, vigorosas e lôngevas.

Representada pelo consultor e pesquisador em citrus Ricardo Baldassario no Congresso de Fitopatologia de Belém-PA(2003), a QUALICITRUS classificou-se com este trabalho entre os 70 aprovados para apresentação e publicação, superando cerca de 700 submissões e conquistando ainda o prêmio “Inovação Tecnológica”.

Nossa missão é a busca por constantes melhorias para a otimização das mudas, a fim de prosseguir nesta paixão chamada citricultura.

Voltar para a página principal